quarta-feira, fevereiro 27, 2013

falso voo

amor de asas partidas,
quebradas, vazias,
resto de um nada que já não existe
algures num jazido perdidas

é o retrato de um voo,
tão simples e suburbano,
tão longo, é certo,
mas não mais que um engano
 
em jeito discreto, ainda voa baixinho,
atrevido no seu silêncio
prende-se a um voo antigo

oh, fosses tu uma cobra
destemida e audaz
mudarias sentimentos
de um ciclo que és capaz


8 comentários:

  1. Já não publicavas um poema há anos...
    Gostei que tivesses voltado.
    E também gostei do teu poema. É magnífico.
    Um beijo, minha querida amiga Madalena.

    ResponderEliminar
  2. Voltei, para ver a tua produtividade... eheheh...
    Madalena, minha querida amiga, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Bonita poesia num momento de MAGIA...Parabéns...Bjnhs do Porto-Portugal

    ZezinhoMota

    ResponderEliminar
  4. Se gostar, participe!
    Para aqueles que participaram do Atentado Cultural em agosto de 2011, este projeto vai servir como uma luva!
    Escreva um poema, doe um livro, cante no trânsito, espalhe arte, distribua palavras interessantes, mande sua ideia e vamos fazer deste mundo um lugar mais humano, mais gentil, mais inteligente.

    Vamos agir:
    08/06/13
    Vamos repetir o Atendado Cultural de 2011! Escolha um livro que você já leu e passe adiante. "Esqueça" em algum lugar público com um bilhetinho explicando que quem achar o livro está recebendo um presente do projeto Palavreando o Mundo! E vamos divulgar, minha gente.
    https://www.facebook.com/events/503224639744241/?fref=ts

    ResponderEliminar
  5. Desapareceste como o fumo...
    Espero que andes bem e feliz.
    Beijo, querida amiga Madalena.

    ResponderEliminar
  6. oh querido nilson, primeiro andei desaparecida por falta de tempo... novos ciclos. depois, infelizmente não por boas razões. mas é por isso mesmo que o meu regresso estará para breve. espero. não sei se aqui, se noutro cantinho... mas logo decido, e logo comunico :) beijossss e que tu estejas bem ( e sou eu, a Madalena... mas logada nao sei bem por onde e não me apetece mudar :P )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se construíres outro cantinho, avisa-me.
      Um beijo, querida Madalena.

      Eliminar