sexta-feira, setembro 01, 2006

17 - Precisas do Mundo

Às vezes acreditas que só precisas de ti para seres feliz. Por muito que o silêncio seja importante - por nos dar as respostas às perguntas que nos fazem sofrer; por nos fazer descobrir mais um pouco de nós próprios; por nos aquecer nas noites mais frias de Inverno... Por ser assim tão mágico -, não nos podemos deixar envolver completamente nessa nódoa sem som, nesse pensamento nu, onde nada nem ninguém o invade, porque nada existe a não seres só tu. Precisas de conhecer o sabor de um abraço forte, de apoio, de encorajamento, de felicidade ou simplesmente de ternura; precisas de sentir o tocar de duas bocas que se beijam apaixonadamente; precisas de te ouvir, sim, mas precisas tanto dos outros e não o tentes negar, porque ninguém consegue viver uma vida feliz completamente só. Por isso, sorri de cada vez que te sorrirem...







*Não consegui postar mais cedo porque fiquei estes dias sem Internet.

15 comentários:

  1. É importante sabermos como somos, mas como dizes, não somos tudo, nem somos felizes sem o outro... A partilha faz parte de nós! ;)

    ResponderEliminar
  2. Madalena, preciso no mundo na proporção em que ele precisar de mim. beijo

    ResponderEliminar
  3. Concordo com as tuas palavras, mas, na solidão como na comunhão com alguém, já tive momentos felizes e outros de tristeza. Faz parte, costumam dizer...

    ResponderEliminar
  4. Precisamos fundamentalmente de nós, Madalena.

    ResponderEliminar
  5. O teu texto lembrou-me uma história contada pelo Maestro Vitorino de Almeida.
    Um dia ia o maestro muito mal disposto num Taxi, e o taxista tentou por várias vezes meter conversa com ele. Como estava aborrecido com um problema pessoal nunca lhe respondeu nem deu qualquer andamento à tentativa de diálogo, no meio dos engarrafamnetos.
    Passados um ou dois dias, viu no jornal a notícia de que um taxista se tinha suicidado, e reconheceu-o na foto.
    A partir daí - dizia ele - nunca mais recusei a conversa com ninguém. Nunca se sabe quando ela é um pedido de socorro, uma tentativa para quebrar a solidão.

    ResponderEliminar
  6. se nós não gostarmos de nós ninguém gostará...

    ResponderEliminar
  7. Segundo José Gomes Ferreira, um dos nossos melhores e maiores poetas (na minha opinião) "a solidão é boa para não estarmos sòzinhos"

    Segundo o que eu sinto, a solidão só existe quando deixamos que ela exista e nos entranhe.

    Beijo


    PS - Belíssimo texto

    ResponderEliminar
  8. Boa noite.

    Este texto suscita a importância dos outros seres pensantes, amantes e crentes na nossa vida, tanto como a desimportância de continuarmos sós pelo Mundo, pois o Mundo somos todos os que o fazemos.
    Não existe Mundo sem o nosso próprio primeiro; não existe Amor e Palavras sem silêncios e vazios e nadas tão cheios de tudo, o tudo que somos nós, o nosso Mundo, o nosso espaço, silêncio, vida, entrega.

    Porque acima de tudo, o Mundo precisa de nós para poder sê-lo. Mundo.

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Sapito, é importante gostarmos de nós. Isso é fundamental. Mas não seríamos felizes se fossemos os únicos na Terra.

    Vampiria,
    e mais nada! ehehe

    Nuno Guronsan,
    sim, claro. Estar sozinho, ouvir o silêncio é bom... Só não se pode é viver assim para sempre.

    Ana,
    foi como respondi ao sapito. Precisamos de nós, claro! Mas quem seríamos nós se não houvesse mais ninguém? Nunca saberíamos o que é amar e ser amado... Não saberíamos o que era a dor, é certo, mas a euforia, a alegria essa também era desconhecida. É isso que eu quero dizer, ninguém se pode esconder e viver assim enclausurado do Mundo.
    ;-)*

    DIAFRAGMA,
    o teu comentário é que me deixou a pensar...
    Um beijo

    Casemiro dos Plásticos,
    exactamente! :-)

    cuotidiano,
    podemos estar rodeados de uma multidão que não é isso que nos fará sentir menos sós. A solidão existe, cabe a nós não nos sentirmos assim: melancolicamente sós.

    a,
    disseste tudo, aqui: "
    o Mundo precisa de nós para poder sê-lo. Mundo. "
    :-))*

    Boa Noite! :-)

    ResponderEliminar
  10. tudo o que existe começa em nós. Silêncio. Amor. Dúvidas. Soluções. Alegria. Perdão.
    A partilha começa quando já não há nada a falar, só a sentir.

    ResponderEliminar
  11. Se começar apenas por um sorriso, certamente será bom, se precisar de sentir um abraço forte, será bom, tudo porque é sinal que ja o senti-o e há alguem para o oferecer

    ResponderEliminar
  12. Palavras simples..grandes sentimentos.
    Gostei de voltar.
    (já agora o meu Blog é ainda o antigo)
    coisasdagaveta.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  13. Beijinho a todos e obrigada pela vossa presença :-)*

    ResponderEliminar
  14. Há quem acredite que sozinha consegue tudo e qualquer coisa que quer... e de facto tem conseguido.
    No entanto o que mais quer não depende só dela... e como bem reflectistes neste texto... precisamos do mundo.
    No man is an island.
    No man stands alone.

    ResponderEliminar